Reforma da Previdência: idade mínima para mulheres será 62 anos

"A maioria das mulheres tem dupla jornada no trabalho e em casa, ganha salários menores”, defendeu a coordenadora da bancada feminina, Soraya Santos

No relatório de reforma da Previdência do deputado Arthur de Oliveira Maia (PPS-BA), a idade mínima para aposentadoria das mulheres será fixada em 62 anos. A leitura do parecer do relator, que seria nesta terça-feira (18), foi adiada para quarta-feira (19). 

Segundo VEJA, a mudança foi anunciada em café da manhã do presidente Michel Temer com a base aliada. A proposta inicial de reforma da Previdência previa idade mínima para aposentadoria de 65 anos independentemente do gênero. A previsão é que o relatório de Maia também inclua idade mínima de 60 anos para aposentadorias diferenciadas, como trabalhadores rurais, policiais e professores.

Outra mudança será na regra de transição para aposentadoria, que terá idade mínima de 53 anos para mulheres e 55 anos para homens. A mudança na idade mínima para aposentadoria de mulheres atende a um pleito da bancada feminina da Câmara – composta por 55 deputadas. “Para mostrar que o Brasil precisa fazer o dever de casa. A maioria das mulheres tem dupla jornada no trabalho e em casa, ganha salários menores”, defendeu a coordenadora da bancada feminina na Câmara, a deputada Soraya Santos (PMDB-RJ).

Veja também