CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

“Detesto meu emprego, mas o salário é ótimo”

Será que o ganho material vale deixar os sonhos e a felicidade de lado?

Por Karla Precioso Atualizado em 22 jan 2020, 00h39 - Publicado em 2 abr 2015, 05h00

Detesto meu emprego, mas o salário é ótimo, o que me reconforta um pouco. A verdade: estou insatisfeita com o que faço e contente com o que ganho. Isso basta ou querer ser feliz é pura pretensão?”

J. T., por e-mail

Receber um salário fixo todo mês é mesmo confortável (ainda mais quando o montante é alto) e dá a sensação de missão cumprida. Mas o tempo passa e os sonhos vão sendo colocados de lado – achamos que eles podem esperar, já que a vida está ganha por mais 30 dias. Ainda que a gente dependa do dinheiro para várias coisas, não podemos enxergar a empresa em que trabalhamos como a responsável por nossa sobrevivência. Seu emprego pode pagar as contas, mas pode não pagar sua realização. Só é feliz quem consegue curtir o resultado do trabalho como um todo. Enquanto a busca material for a única busca, a felicidade nunca será genuína.

Sua amiga Karlinha

Continua após a publicidade
Publicidade