3 programas de intercâmbio para todas as idades

Intercâmbio no exterior é um atalho para falar inglês e progredir na carreira. Você pode parcelar o curso e viver a cultura de países incríveis.

Segundo os especialistas, um mês estudando um idioma no exterior equivale a seis meses de curso no Brasil. Que tal acelerar o seu tempo?
Foto: Getty Images

O sonho de estudar fora está mais fácil de realizar do que você pensa. Dados da Eduexpo, feira de intercâmbio que reúne diversas agências e universidades, mostram que 175 mil brasileiros fizeram isso em 2013. Um dos motivos é a facilidade no pagamento. Até 2008, quem fazia intercâmbio pagava 30% do valor do curso como entrada e precisava quitar o restante antes do embarque, com o risco de haver mudança no preço, já que os valores são em dólar. “Agora dá pra dividir em dez vezes no cartão de crédito com o câmbio do dia do contrato”, diz Marcelo Albuquerque, diretor da agência IE Intercâmbio.

Há programas diferentes e um dos mais procurados é o curso de um mês, para aproveitar as férias e turbinar o inglês. A consultora de intercâmbio Patrícia Lumy afirma: as viagens que mesclam aprendizado e trabalho também cresceram, especialmente na Irlanda e no Canadá. “Na volta, o estudante já sai na frente em entrevistas de emprego que pedem inglês.” Veja as dicas para quem quer viajar.

Idioma

· Duração: 1 mês

· Valor: a partir de 1.431dólares* (R$ 3.549) para o Canadá, com hospedagem em casa de família mais café da manhã e jantar. Não inclui passagem aérea. Mesmo quem não fala nem bom-dia em inglês pode embarcar sem medo. Neste tipo de curso, há muitos alunos iniciantes, é fácil se enturmar e aprender. Jovens a partir de 15 anos já podem ir e não há limite de idade para viajar.

· Dica: troque os EUA pelo Canadá – a cultura é parecida, mas conseguir o visto é mais barato e fácil. Outra opção é a África do Sul, que não exige visto de brasileiros.

Au pair

· Duração: 1 ano

· Valor: a partir de US$ 690 (R$ 1.711,20) para os Estados Unidos. Inclui hospedagem, todas as refeições e passagem aérea, mas é preciso pagar o visto americano, que custa R$ 1.364. É um programa de emprego, exclusivo para moças entre 18 e 26 anos, solteiras, sem filhos, com ensino médio completo e que gostam de crianças. Funciona assim: a jovem vai morar na casa de uma família e trabalha como babá, acompanhando as crianças nas atividades do cotidiano como se fosse uma irmã mais velha.

· Dica: o estudante ganha US$ 195 por semana (R$ 484), mais uma bolsa de estudos de US$ 500. É necessário ter conhecimento intermediário de inglês além de comprovar 200 horas de trabalho com crianças no Brasil.

Trabalho e estudos

· Duração: 6 a 12 meses

· Valor: a partir de € 3.435 (R$ 11.095) para a Irlanda. Inclui seis meses de curso de inglês e duas semanas de acomodação em casa de família, com café da manhã e jantar. Não inclui passagem aérea. Indicado para pessoas entre 18 e 30 anos. É possível estudar e trabalhar legalmente nos países que integram o programa, como Irlanda, Canadá e Austrália. O estudante frequenta 20 horas de aulas de inglês semanais e trabalha meio período.

· Dica As vagas são de garçonete e atendente de loja em geral. Os salários são combinados com o empregador. A Irlanda não exige visto dos brasileiros.

*Preços fornecidos por IE e Patrícia Lumy, consultora de intercâmbio