CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Guia do condicionador

Mais que desembaraçar, eles são uma ótima proteção para o cabelo diante das agressões diárias

Por Redação M de Mulher Atualizado em 21 jan 2020, 12h53 - Publicado em 26 out 2008, 21h00

Para lavar os cabelos, a água muito 
quente pode danificar os fios. O ideal 
é água morna.
Foto: Dreamstime

Os cabelos estão expostos diariamente a agressões como poluição, vento, sol, cloro, tratamentos químicos, secador, chapinha etc. Quando os fatores são combinados, o prejuízo é ainda maior. 

O condicionador, aquele creme que faz dupla com o seu xampu, ajuda a brecar esses efeitos nocivos, já que traz componentes que englobam várias funções, como dar brilho, revigorar, amaciar, hidratar, domar o volume etc. E não adianta: todos os cabelos, incluindo os oleosos, precisam de condicionador:

SECO E QUEBRADIÇO: nesse caso, há aspereza e falta hidratação. Procure optar por formulações com óleos de uva, abacate e oliva, que hidratam e formam um filme à volta do cabelo, e substâncias que minimizem arrepiados. A queratina também uniformiza a superfície do fio. Dica: procure usar xampu e condicionador da mesma linha.

ARREPIADO E VOLUMOSO: o excesso de volume pode ser nato ou estar ligado a alterações nas escamas – com a superfície irregular, as mechas ficam elétricas e armadas. Não dispense os silicones, que domam a rebeldia, os emolientes, que amaciam, e os aminoácidos, que preenchem a superfície.

COM QUÍMICA: tinturas e alisamentos fazem com que as escamas do cabelo se abram, deixando-o irregular e fragilizado. O ideal é aquele que traz proteínas que preenchem as depressões, nivelando a superfície. Para que os pigmentos de cor não se desbotem, é preciso filtro solar e vitaminas antioxidantes. Não esqueça: jamais deixe condicionador do tipo “com enxágüe” nos fios.

CACHEADO: é propenso ao ressecamento e à falta de brilho, e a porosidade é um problema comum. Ativos emolientes e protetores são indispensáveis nesse caso. Entre os mais eficientes estão o pantenol, a manteiga de karité, o óleo de macadâmia, extratos de olíbano e de dendê. A lista inclui os polímeros, que aumentam a maleabilidade.

Continua após a publicidade

FINO E OLEOSO: se não for hidratado, as glândulas do couro cabeludo produzirão ainda mais óleo, fazendo o cabelo pesar. Procure fórmulas que diminuam a gordura e, ao mesmo tempo, aumentem a maciez. As que incluem frutas cítricas cumprem bem o papel.

Segredos para a boa lavagem 

1. Regule a temperatura da água. Muito quente, os fios ficam ressecados e gelada, oleosos. O ideal é água morna.

2. O xampu deve ser aplicado massageando-se suavemente o couro cabeludo com os dedos. Faça movimentos circulares.

3. Antes de aplicar o condicionador nos fios, enxágüe muito bem o cabelo para retirar os resíduos do xampu. Retire o excesso de água.

4. Espalhe o condicionador por todo o comprimento do fio, partindo das pontas em direção à raiz — na verdade, deve-se evitar o contato do creme com a raiz.

5. Com um pente de dentes largos, penteie pequenas mechas de baixo para cima.

6. Terminado o trabalho, enxágüe muito bem. Experimente abaixar a cabeça e deixar a água cair pelos fios.

7. Não faça turbante com a toalha. Use-a só para cobrir a cabeça, sem torcer. Pressione com a toalha, sempre das pontas em direção à raiz.

Continua após a publicidade

Publicidade