CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Escova de guaraná é a novidade em alisamento

Feita com produtos brasileiros, como extrato do guaraná e óleo de pupunha, ela tem um cheirinho delicioso

Por Redação M de Mulher Atualizado em 21 jan 2020, 05h19 - Publicado em 10 nov 2009, 21h00
Escova de guaraná é a novidade em alisamento

Os produtos só são vendidos para 
profissionais de salões
Foto: Divulgação

Um mix de proteínas é o segredo da escova de guaraná para deixar o cabelo liso. Apesar de também conhecida como chinesa, a fórmula do produto é bem brasileira. Os agentes que deixam os fios cheios de balanço são o extrato de guaraná e o óleo de pupunha – duas plantas que podem ser encontradas na Floresta Amazônica.

A escova, que não tem amônia nem formol, é uma ótima opção para quem tem fios ressecados ou danificados por alguma química – como tintura ou até outro alisamento. ”Depois do processo, o cabelo fica hidratado e brilhante”, explica o diretor da Vitamazon, Alzir Perazzoli.

O produto está dentro das normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e tem cheirinho de guaraná. E o melhor: o cabelo pode ser lavado no dia da aplicação.

. Quanto custa
Varia entre R$ 100 e R$ 300,  de acordo com o tamanho  do cabelo.

. Marca
Vitamazon – (69) 3322-7495.

. Manutenção
Varia de acordo com o tipo de  cabelo, mas o retoque costuma  ser feito a cada três meses.

. Indicação
A escova chinesa é indicada para cabelos ondulados e  volumosos.

Continua após a publicidade

. Vantagens
Não tem formol e pode ser  usada em cabelos com química.  Utiliza uma combinação de  produtos naturais, como  extrato de guaraná e óleo  de pupunha, para dar efeito  liso aos cabelos.

. Contraindicações
Não tem, mas o teste da  nuca deve ser feito de  qualquer forma.

. Venda
Somente para profissionais.

Passei a trabalhar mais como modelo com o cabelo liso

Jéssica de Camargo, 23 anos, modelo, São Paulo, SP

Foto: arquivo pessoal

”Já tive até caspa de tanto usar creme e chapinha. Meu cabelo era ondulado, meio crespo, meio armado. Eu fazia chapinha dia sim, dia não. Para que ele não ficasse tão seco, entupia de creme.

Essa situação, além de me incomodar muito, também me prejudicava. Sou modelo e deixei de pegar vários trabalhos porque meu perfil de cabelo não batia na hora da seleção. Falavam: ‘Com o cabelo assim não dá, precisamos de um liso’.

Não me arrisquei a fazer nada antes porque já vi gente perder o cabelo em alisamento. Um dia, meu cabeleireiro me indicou a escova chinesa. Disse que era um produto novo no mercado, e eu resolvi experimentar. Faz dois meses que fiz e adorei o resultado. Me sinto mais bonita em frente ao espelho e, de quebra, estou conseguindo mais trabalhos. Agora até ganho uma graninha a mais no final do mês!”

Continua após a publicidade

Publicidade