CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

8 dicas de como economizar no salão

Você vai apenas aparar as pontas, mas sai do salão com a conta no negativo? Veja 8 dicas de como evitar surpresas na hora de pagar pelos serviços e, ainda assim, sair linda.

Por Redação M de Mulher Atualizado em 15 jan 2020, 03h39 - Publicado em 2 jul 2014, 21h00

Saia do salão linda e sem dívidas
Foto: Getty Images

 

Continua após a publicidade

1. Pesquise o preço

Nessas horas não precisa ter vergonha: ligue e pergunte o preço de cada serviço que pretende fazer. Encare como se vocês estivesse comprando uma roupa – visite os salões, conheça as instalações, peça recomendação das amigas e compare as tabelas de preço.

 

Continua após a publicidade

2. Saiba o que está incluído

Há salões que cobram a lavagem e até aquela secagem rápida (sem escova) à parte. Pergunte antes de começar qualquer procedimento o que está incluído e, caso o preço fique acima do seu orçamento, peça pelo básico.

 

Continua após a publicidade

3. Leve sua tinta

Se você só for retocar a raiz e já conhece a cor exata de sua tintura, leve a sua caixinha. Muitos salões aceitam que você leve o produto e, por isso, cobram só a aplicação. Mas pergunte antes se é possível e se o salão dará o desconto.

 

Continua após a publicidade

4. Fique atenta no lavatório

Veja se o profissional será usado um xampu especial ou se vai usar uma máscara, pois isso pode ser cobrado. Tenha foco! Se o cabeleireiro oferecer algo ou disser que o seu cabelo precisa de um tratamento a mais, consulte o preço antes de aceitar. Se você espera pagar apenas o valor do corte, tenha coragem de dizer não.

 

Continua após a publicidade

5. Pergunte sobre a manutenção da franja

Muitos salões oferecem o retoque da franja de graça depois que você cortou uma primeira vez lá. Pergunte ao seu cabeleireiro se o serviço está incluído, caso não esteja pergunte o valor antes, assim você já fica preparada para pagar o valor quando voltar ao salão.  

 

Continua após a publicidade

6. Cuidado com os produtos recomendados

Depois que você fez o tratamento nos fios, o cabeleireiro recomenda algum produto es-sen-ci-al que “milagrosamente” vende no salão – de preferência na frente do caixa? Não caia nessa! Se ele recomendou um leave-in ou uma mousse, pergunte o porquê dessa indicação e o que você deve procurar na fórmula dos produtos para ter o resultado esperado. Depois, pesquise nas farmácias, perfumarias e lojas de cosméticos para achar o melhor preço ou produtos semelhantes.

 

Continua após a publicidade

7. Converse com a manicure

Se ela oferecer uma esfoliação, nail art ou finalização com spray secante, pergunte se já está dentro do valor cobrado. Também vale questionar se a marca dos esmaltes influencia no preço do serviço. Algumas manicures cobram mais caro por produtos importados.

 

Continua após a publicidade

8. Não caia no conto do cafezinho         

Se for fazer um procedimento longo, tenha uma barrinha de cereais e uma garrafinha de água na bolsa. Levar o próprio lanche evita que você tenha uma surpresinha na conta final, já que muitos salões cobram até o café.

Continua após a publicidade
Publicidade