Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Rachel Jordan Especializada em imagem, comportamento e protocolos internacionais, Rachel Jordan é consultora, instrutora, palestrante e ministra cursos e workshops por todo o Brasil sobre imagem e comportamento no ambiente profissional

A importância da sua imagem para a construção do seu branding pessoal

A colunista Rachel Jordan dá o caminho das pedras para você identificar e dividir o seu melhor lado

Por Rachel Jordan Atualizado em 13 abr 2021, 12h20 - Publicado em 13 abr 2021, 13h00

Desde que a internet entrou em nossas vidas, passamos a conviver com um grau de exposição inimaginável até então. A era digital revolucionou nosso padrão de comportamento e atingiu seu ápice com o crescimento vertiginoso das redes sociais. Nunca estivemos tão dispostos a exibir nossa imagem como agora. Entretanto, a grande questão é: estamos gerenciando nossa imagem de maneira adequada e positiva?

É importante ressaltar que, guardada as devidas proporções, deixamos de ser pessoas anônimas e nos transformamos em “figuras públicas” para um número maior ou menor de pessoas. Sem que nos déssemos conta, passamos a ser observadas, elogiadas e até criticadas por pessoas que sequer conhecemos. E isso vale para o mundo virtual e para o ambiente profissional.

É indiscutível que, literalmente, queremos estar bem na foto, seja na esfera virtual ou real. O grande problema dessa mudança de padrão é saber de que forma estamos atuando para apresentar uma imagem que corresponda ao que somos de verdade, em outras palavras, à nossa essência. Será que estamos trabalhando de forma positiva para a construção do nosso branding pessoal?

Aliás, você sabe o que é branding pessoal? Se não sabe exatamente do que se trata, fique atenta, pois ele diz muito sobre quem você é. Branding pessoal nada mais é do que a nossa marca pessoal, ou seja, a maneira como as pessoas nos percebem e nos avaliam. Sempre que falamos de uma pessoa, listamos uma série de virtudes ou defeitos que refletem, ou pelo menos tem a intenção de refletir, o que ela aparenta ser. Esse conceito que é formado sobre nós espelha a nossa marca pessoal.

A questão é que muitas vezes, por falta de autoconhecimento, acabamos transmitindo uma mensagem errada sobre quem somos, sobre nossos valores e objetivos de vida. Precisamos entender como queremos ser vistas para que o nosso branding pessoal não seja impactado de maneira negativa. Um bom exercício para se autoconhecer e construir um branding pessoal positivo é se perguntar: Quem sou? O que desejo conquistar? Que objetivos pretendo alcançar na minha vida profissional ou pessoal?

É muito importante saber o quanto cuidar adequadamente da imagem vai impactar positivamente na nossa trajetória. É fundamental criar estratégias para saber aproveitar o que temos de melhor sem perder de vista que, primeiro, é preciso nos agradar, estarmos em harmonia com a imagem que pretendemos passar para as outras pessoas. É saber explorar de forma positiva nossas melhores características e refletir sobre nossos defeitos para entender de que forma podemos melhorar.

Continua após a publicidade

Abaixo dou algumas dicas de como cuidar da sua imagem para construir um branding pessoal positivo.

Postura virtual

Para construir uma marca pessoal forte, é preciso ser autêntico e demonstrar quem você é de verdade. Seu comportamento nas redes fala muito sobre você. Não adianta pregar uma coisa e se comportar de forma oposta. Nunca se esqueça de que nada do que é postado nas redes é privado. Conteúdos que gerem conflito, por exemplo, vão contribuir negativamente para o seu branding pessoal.

Aparência

Cuide de sua aparência sem perder a sua essência. E isso nada tem a ver com roupas de marca ou assessórios caros de grifes renomadas. Cuidar da sua aparência também é cuidar da sua saúde, física e mental, é ter zelo consigo mesmo. Ter boa aparência vai muito além da estética. O autocuidado reflete positivamente na sua imagem e contribui para a construção de um branding pessoal que encanta quem está ao seu redor.

Relacionamento interpessoal

No ambiente profissional são as suas atitudes, seu desempenho e seu relacionamento interpessoal que vão refletir a sua marca. Seja claro na sua maneira de conduzir as situações que se apresentam no seu cotidiano profissional, seja coerente com a imagem que você deseja transmitir. É o seu comportamento que vai ajudar a construir uma marca pessoal positiva e ser uma profissional bem-sucedida na sua carreira.

Estratégia de construção

Use suas qualificações e suas habilidades a seu favor, em benefício da sua trajetória profissional e do bem-estar de quem compartilha com você o cotidiano profissional. Agindo de forma estratégica e sincera, você certamente deixará um rastro positivo da sua imagem, ou seja, da sua marca pessoal.

  • Como conviver com a endometriose

    Continua após a publicidade
    Publicidade