Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Rodrigo Cintra Cabeleireiro há 27 anos, é um dos profissionais mais respeitados na área da beleza. Está há 15 anos na TV, sendo 11 deles como co-apresentador do programa Esquadrão da Moda (SBT). Também já comandou o reality Guerra das Tesouras. Foi eleito por diversas vezes como o melhor cabeleireiro do Brasil.

Rodrigo Cintra dá 4 dicas para cuidar dos cabelos no inverno

Mesmo longe do sol e do mar, é importante manter alguns cuidados para evitar o frizz e o ressecamento

Por Rodrigo Cintra Atualizado em 20 ago 2021, 16h59 - Publicado em 20 ago 2021, 16h43

Estamos na estação mais fria do ano, e se você acha que só porque não vai para a praia e piscina, o seu cabelo não precisa de cuidados, se enganou!

No inverno, os fios ficam mais frágeis e ressecados, por conta do vento gelado, da água quente, da falta de cuidados e o uso constante de ferramentas de calor – e pasmem: a falta delas. Mas é possível mudar esses hábitos assim que você terminar de ler essa matéria. Eu te ensino.

Água quente? Melhor evitar

Você já deve ter ouvido que lavar o cabelo na água fria é a melhor opção. Isso porque a água quente é a grande responsável por abrir as cutículas, que consequentemente causa a quebra, que leva ao frizz, embaraça os fios estimula a oleosidade e pode levar à queda capilar.

Aliás, o brilho que a gente tanto gosta vai embora, fora que você pode ter até descamação do couro cabeludo, já que o calor estimula a oleosidade.

Mas, com este frio que está fazendo, é uma missão praticamente impossível, não é mesmo? Tenho alguns truques:

1 – A temperatura da água nos cabelos deve ser de morna para fria, isso mesmo fria. Minha dica é alternar a temperatura da água para o corpo e para cabelo, assim você sofrerá menos. O que você pode fazer também é dar um último enxágue com um jato de água fria para amenizar o efeito da água mais quente usada e, assim, garantir brilho aos fios.

2 – Você pode tomar banho, se secar (ou se enrolar na toalha) e aí lavar os fios com o chuveirinho, mas na água morna. Dessa maneira você não sentirá tanto o frio.

Continua após a publicidade

Não esqueça

Lembre-se de aplicar um CC Cream no comprimento e pontas. Evite passá-lo no couro cabeludo, pois ele pode fechar os bulbos e causar queda. Aliás, isso vale para qualquer produto, viu? Modele como de costume. Para potencializar a finalização, você pode aplicar um óleo de reparação só nas pontinhas e borrifar um spray para brilho no comprimento.

A mesma orientação vale para o protetor térmico. Após a lavagem, você provavelmente deve secar o cabelo, já que o jato quentinho vai te aquecer ainda mais! Mas cuidado, se você não utilizar um protetor térmico, pode acabar danificando as madeixas com as fontes de calor. Por mais prático que pareça ser, não abuse!

Tem mais: use o secador quando lavar os fios à noite. Jamais durma com os fios molhados, já que o couro cabeludo não seca e isso causa o aparecimento de fungos, levando à descamação e a queda.

Hidratação nunca é demais

Invista em uma boa máscara de tratamento e faça, pelo menos, uma vez por semana em casa. Se conseguir, a cada 15 dias no salão. Isso vai ajudar a manter a saúde dos fios, além do brilho e da sedosidade. Mas escolha um produto para as necessidades do seu cabelo. Converse com o seu cabeleireiro, ele certamente indicará os melhores home care para as suas madeixas.

Se você tem fios oleosos, deixe alguns centímetros de distância da raiz e use a máscara no comprimento e nas pontas.

Umectar também

Com a hidratação em dia, você pode começar outros tratamentos, como a umectação. Nesta etapa, intercale as aplicações das máscaras hidratantes com óleos vegetais, como por exemplo o de coco, rícino, argan e oliva. Para os fios ressecados, essa fase é superimportante para devolver a oleosidade natural e, claro, ajudando a acabar com o aspecto seco.

Rodrigo Cintra ensina como cuidar dos cabelos no inverno 

Continua após a publicidade
Publicidade