Você vive para os outros? 

Entenda como aumentar seu bem-estar e render mais (até para os outros)

A RODA VIVA 

 Você já teve a impressão que vive para entregar o relatório que o colega deveria ter feito, acalmar as angústias da irmã, as reclamações do vizinho ou resolver o vestido da sua filha para a festa da amiga? Sente que quanto mais você corre, mais afazeres urgentes aparecem?  

Parece que em algum momento na jornada até aqui fomos “programadas” a priorizar tudo e todos antes de nós mesmas. Instalou-se uma preocupação desproporcional com o que os outros vão pensar ou dizer sobre nós. Sem nem perceber, lá estamos nós correndo feito malucas para atender ao mundo. E quem te atende? Quem cuida de ti? 

 É provável que você já tenha se dado conta que, neste modo de operação, a gente sai de sintonia. Aí cansaço, irritação e até uma sensação de vazio vem chegando, chegando….  Minha intenção hoje é contribuir para que você construa sua resposta à pergunta: 

 
Como é que faço tudo que tenho pra fazer e ainda cuido de mim? Como é que pode dar tempo?
 

SINTONIA E SEUS RESULTADOS

Gosto da metáfora da música para tratar do ritmo das nossas emoções. Imagine que você é um instrumento _um violino, piano, tanto faz. Quando você está afinada, o que produz é harmônico, certo?  Mesmo com muitas tarefas, o dia rende.  É que pelo princípio da ressonância, seu estado físico e mental se alinha _e é potencializado_ com o que está na mesma “nota”, na mesma vibração. 

 Quando entramos neste ritmo, aparece gente pra ajudar, surge a ideia que faltava, a solução se apresenta. Aí a gente avança e sente ainda mais força para dar o próximo passo. É desta ressonância que estou falando! Por outro lado, seguindo a mesma lógica, se a gente se abandona e perde a sintonia, lá vamos nós para corre-corre, estresse, frustração. 

Aqui vai uma dica útil para manutenção da sua “afinação”:

 Preste atenção ao que você escolhe trazer para perto de si. Em outras palavras, escolha bem a estação na qual você vai se sintonizar. Para isso, um caminho é sair do piloto automático e tomar consciência das suas escolhas em relação a:

Companhias

Você certamente já ouviu falar que somos a média das pessoas com quem mais convivemos. Pode observar como a gente troca mesmo o jeito, o modo de encarar os problemas. Então, se você anda cercada da turma do “ó, vida, ó azar”, a tendência é que você acabe entrando nessa sintonia. Faça um esforço genuíno para buscar interagir com pessoas que te inspiram e podem te ensinar a ver a vida por um ângulo vencedor.

Ambientes

Já observou como a gente fica feliz quando entra num lugar bonito, bem cuidado? É difícil se dar conta no dia a dia, mas a ordem ou desordem da sua mesa de trabalho e da sua casa têm influência em como você se sente.  Experimente dar um toque só seu nos espaços que você frequenta. Pode ser uma flor simples numa garrafa de refrigerante que você tomou na rua. 

Consumo

Do que você se alimenta? Considere corpo e mente. Assim como observar a qualidade do combustível que você escolhe como alimento, me refiro também aos textos, vídeos, posts e tudo mais que escolhemos trazer para dentro da gente. Faça a experiência de ouvir músicas relaxantes ao fim do dia. Tente tirar 5 minutos para ler algo que te eleve.  Você não precisa ler o livro todo, duas páginas já vão te fazer bem.

Não acredito em mudanças mágicas, nem radicais. Acredito que as pequenas ações, feitas com constância, constroem os melhores resultados. A ideia não é que você troque todas as suas companhias, vire a maníaca da organização ou da alimentação saudável.

O que observo em mim, nas pessoas que mais admiro e nas milhares de mulheres que também estão nesta jornada de autoconhecimento por meio da Escola de Você (www.escoladevoce.com.br) é que um pequeno ajuste por vez estimula confiança e coragem. E sabe o que é mais lindo? Quando você resgata a si mesma, cuida do seu jardim interior, aciona mais energia e vigor para atender melhor as pessoas a sua volta também.

Você tem uma dica de cuidado consigo mesma pra compartilhar? Deixa nos comentários pra gente!  Este espaço é nosso.  Desejo uma semana cheia de realizações e até segunda-feira.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s