Como reverter o clichê de que casados transam menos

Três dicas para você inovar e sair da rotina com o marido

Li há algumas semanas uma pesquisa que falava sobre a frequência sexual dos casais casados e/ou que moram junto e um número que me chamou muita atenção foi o de que, 13% dos entrevistados afirmou que transavam cerca de 1x ao ano. Pra muita gente pode parecer absurdo, mas depois de quase 20 anos trabalhando com sexualidade e relacionamentos posso dizer que SIM, existem casos assim e os motivos podem ser diversos. 

Se você sente que após irem morar juntos a coisa esfriou, trago dicas para ambos colocarem em prática e mudar essa realidade. 

Descubra novas experiências: Viajar a sós sempre faz bem para o relacionamento, tira da rotina do casal e possibilita momentos a sós – o que é ótimo, principalmente quando se tem filhos. Mas a dica aqui é viver uma experiência que eleve a consciência sexual de vocês. Que tal viajarem para uma praia de nudismo? Ou uma sessão experimental de sexo tântrico? Ou buscar ai na sua cidade institutos que possibilitem experiências sexuais dois?

Sexo fora de hora: Porque esperar até a noite ou aos finais de semana para o sexo? Eu defendo que o casal tenha dias fixos em que tirem um tempo a sós, para que assim estarem um com o outro seja um compromisso de ambos e não sejam atropelados pela rotina. Entretanto, isso não quer dizer se prender aos dias e horários estipulados. 

Lista HOT: Lá no fundo todo mundo tem fantasias ousadas que muitas vezes não compartilha com o parceiro por medo ou vergonha. Agora é a hora de mudar isso. O jogo aqui é criar uma lista com das maiores fantasias de vocês e dos lugares que gostariam de transar. Depois um apresenta a lista pro outro, afinal os dois precisam estar confortáveis. Feito? Agora é hora de começar a colocar em prática e só parar depois de zerar a lista. Com certeza terá muito desejo pra aquecer o relacionamento por bastante tempo.

Vai embora não! Aproveita e passa pra conhecer meu site e se inscrever no meu canal

Leia mais: 4 coisas a se ignorar para ter um sexo sensacional

Vote e escolha as vencedoras do Prêmio CLAUDIA