Toxina botulínica: o que você precisa saber sobre o uso da substância

Aplicação é feita para se obter um rosto mais alongado e com contornos mais precisos

A toxina botulínica é usada para rugas de expressão e também no contorno facial. Ela vem sendo usada há muitos anos como o melhor tratamento para as rugas de expressão. No entanto, pontos especiais podem ser usados para conseguir efeito de levantamento e também de afinamento facial (aprimoramento do contorno).

O principal músculo para interferirmos no contorno facial é o masseter, que também é o músculo relacionado com o bruxismo.

A aplicação da toxina botulínica no músculo masseter deve ser criteriosa e embasada em conhecimentos da anatomia, pois essa região é considerada perigosa devido a inervação e irrigação.

A toxina também pode ser aplicada na glândula parótida, ajudando ainda mais nesse afinamento facial. Novas técnicas em que a substância é mais diluída e aplicada mais superficialmente, em maior número de pontos, também auxiliam no levantamento da face.

Para melhorar o contorno facial como um todo, também podem ser abordados os músculos abaixadores do canto da boca e o músculo platisma.

Nesse caso, relaxando os músculos abaixadores do canto da boca, teremos levantamento do canto dos lábios, também melhorando o bigode chinês. O tratamento do músculo platisma, que é o do pescoço e se insere na mandíbula, irá definir todo o contorno facial.

Somando as ações da toxina botulínica no músculo masseter, mais a ação de levantamento do canto da boca e do contorno definido na linha da mandíbula, teremos um rosto mais alongado e com contornos mais precisos.

A aplicação da toxina botulínica nesses pontos deve ser feita por um médico especialista em ambiente adequado para uso de agulhas. O resultado aparece cerca de 15 dias após o procedimento e dura por volta de 6 – 8 meses.

 Cuide da sua pele!

Leia também: Tudo o que você sempre quis saber sobre criolipólise

Radar da beleza: 4 tratamentos de emergência para celulite

Siga CLAUDIA no Instagram