Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Denise Steiner Por DERMATOLOGIA A médica Denise Steiner é dermatologista, ex-presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia e doutora pela Unicamp

Quais as diferenças entre os diversos tipos de filtro solar?

Entenda quais são os diferentes tipos de filtro solar disponíveis no mercado e quais suas principais características

Por Denise Steiner Atualizado em 12 fev 2021, 11h17 - Publicado em 14 fev 2021, 11h00

O filtro solar é um produto utilizado para proteger a pele da radiação solar, prevenindo especialmente o aparecimento de câncer de pele e também o envelhecimento.

Os filtros solares podem ser físicos (inorgânicos) ou químicos (orgânicos).

O filtro físico contém substâncias que formam uma barreira e refletem a luz UVB e UVA. Esses filtros funcionam como um anteparo mas, conforme o tamanho das partículas, podem ser cosmeticamente inaceitáveis por ficarem com a aparência de máscara branca. As substâncias mais usadas nos filtros físicos são o dióxido de titânio ou óxido de zinco.

O filtro químico tem moléculas que reagem com a luz do sol e transformam essa energia em calor, não deixando que ocorra a agressão direta às estruturas da pele.

Existem vários protetores solares que combinam filtros químicos e físicos, sendo chamados de protetores de amplo espectro.

As novas tecnologias permitiram que as formulações dos filtros solares ficassem mais complexas e pudessem diversificar no tipo de proteção. Alguns deles são coloridos, tendo adição dos pigmentos que são importantes para evitar a agressão da luz visível.

A radiação solar tem 40% de luz visível, que é responsável por manchar a pele. Nos últimos anos vários estudos científicos têm demonstrado que a luz visível mancha as peles morenas e praticamente não altera as peles mais claras.

Continua após a publicidade

O filtro solar para tratamento do melasma deve conter pigmentos para evitar a piora das manchas. O melhor pigmento para essa proteção é o óxido de ferro, que evita a penetração dessa luz.

Ainda não está clara a importância das luzes caseiras dos celulares e computadores, que também emitem luz visível. Essas radiações não são tão agressivas como aquelas que existem no sol, porém as pessoas que passam 12 horas por dia na frente do computador ou outras luzes caseiras podem acumular danos significativos.

Os filtros solares também podem ter ativos antioxidantes agregados à sua formulação. Esses filtros têm vitaminas C, E, niacinamida (B3) entre outros. Essas vitaminas neutralizam a oxidação, que é um processo constante e evitam o envelhecimento. ( Confira quais são os principais ativos antienvelhecimento)

Os filtros solares também podem somar à sua formulação hidratantes que aumentam o potencial de proteção, já que a pele hidratada também tem maior capacidade funcional.

Além de todos esses aspectos especiais, os filtros podem incorporar ativos antiacne, clareadores e antiinflamatórios.

O uso de filtro solar é condição básica para manter a saúde da pele. Deve ser escolhido conforme a condição e necessidade de cada indivíduo.

Cuide de sua pele. Use filtro solar.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade