Preenchimento e bioestimulação: tratamentos para prevenir o envelhecimento

Trata-se de aplicar produtos para preencher e ou estimular o colágeno, dando mais tonicidade à pele

 

O rosto, com o passar do tempo, perde o viço, as projeções e até mesmo seu formato e expressão natural. Quando jovens temos as maçãs do rosto mais projetadas com maior
quantidade de gordura, o contorno da mandíbula mais definido, os lábios mais cheios e as olheiras menos visíveis. O processo natural de envelhecimento respeitando a genética de cada indivíduo vai definindo marcas, rugas, flacidez e manchas. Os cuidados diários como limpeza, hidratação e fotoproteção quando constantes, evitam o envelhecimento precoce. No entanto mesmo com esses cuidados as formas, contornos e definições vão ficando para trás denotando a flacidez que é resultado da falta de fibras de colágeno e elastina.

O preenchimento e a bioestimulação são procedimentos específicos feitos com substâncias biocompatíveis não definitivas e aprovadas pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Trata-se de aplicar produtos como: ácido hialurônico, ácido polilático, hidroxiapatita de cálcio e policaprolactona no rosto, pescoço, colo e até corpo para preencher e ou estimular o colágeno dando mais tonicidade a pele.

A avaliação profunda e completa da harmonia da face e corpo assim como grau de flacidez e de fotoenvelhecimento são muito importantes antes de realizar este procedimento. Esta avaliação deve ser feita pelo médico dermatologista que é o especialista em todas as características e alterações da pele. O produto pode ser aplicado em todos os tipos de pele, mas devemos evitar pacientes com doenças autoimunes e aqueles com infecção ou inflamação no local a ser tratado.

O produto é aplicado na pele em pontos específicos, tendo como resultado o levantamento e harmonização facial. Ele promove uma reestruturação, reposicionando a região malar, definindo os lábios e melhorando o bigode chinês. Além disso, os preenchedores também podem ser diluídos e espalhados em rosto e pescoço para estimular o colágeno. Usamos anestesia local, o procedimento é ligeiramente doloroso podendo causar inchaço por 2 dias e pequenos hematomas que duram de 7 – 10 dias. Geralmente o preenchimento é feito a cada 12 a 24 meses e a bioestimulação feita a cada mês de 2 a 4 sessões Hoje a ideia principal de um tratamento para o envelhecimento cutâneo é que este seja eficaz, natural e promova a prevenção da perda do colágeno.

Portanto, quanto antes a pele for avaliada e tratada, melhor a chance de manter o viço e tonicidade e naturalidade.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s