Conheça as causas e os tratamentos da acne na mulher adulta

O problema, geralmente causado por desequilíbrios hormonais, precisa de cuidados específicos, diferentes dos utilizados para acne na adolescência

A acne é uma alteração inflamatória crônica que compromete a face e caracteriza-se por cravos, espinhas, abscessos e cicatrizes. Ela é causada pelo excesso de produção de sebo da glândula sebácea influenciada pelos hormônios masculinos, por crescimento anormal de bactérias e inflamação. A acne do adolescente costuma aparecer por volta dos 12 a 16 anos das meninas, em geral próximo da primeira menstruação, e por volta dos 14 anos nos meninos.

A acne que acontece na puberdade tem influência genética, sem alterações hormonais. Já a acne da mulher adulta, que ocorre após os 25-30 anos,  tem características diferentes. Ela geralmente ocorre na área do queixo e pescoço, com lesões muito inflamadas, vermelhas e doloridas e provavelmente tem relação com alterações hormonais.

Sendo assim, mulheres que nunca tiveram acne e apresentam esse quadro em idade adulta precisam pesquisar a existência de alguma doença, como a Síndrome do Ovário Policístico, por exemplo. Essa síndrome está associada a irregularidade menstrual, hormônios masculinos elevados e alterações do ovário no ultrassom.

Muitas vezes, a acne da mulher adulta aparece após um período de estresse intenso. Neste caso, os exames hormonais podem denotar altos níveis de cortisol, que favorece o aumento dos hormônios masculinos, como testosterona e deidrotestosterona.

Esse tipo de acne é tratado com pílulas anticoncepcionais especiais que tenham, além do estradiol, um progestágeno antiandrogênico – que bloqueia a testosterona. Essas pílulas com ativos como acetato de ciproterona, drosperinona e clormadinona, conseguem neutralizar a ação dos hormônios androgênicos (masculinos) e assim diminuir a acne e inflamação.

Também podem ser usada a espironolactona que é um antiandrogênico ou a isotretinoína, que diminui o tamanho da glândula sebácea. O tratamento é sempre prolongado, cerca de 6 a 12 meses. Os cosméticos e produtos locais também devem ser especiais, pois a pele está oleosa e inflamada e, portanto, desidratada e desequilibrada.

A pele com acne da mulher adulta deve ser limpa com loções ou sabonetes neutros e hidratada com produtos leves e não oleosos. Além disso, podem ser utilizados o ácido glicólico ou o ácido retinóico e seus derivados cerca de 2 vezes na semana, alternando com a hidratação.

O filtro solar deve ser pouco oleoso e de preferência com proteção solar alta associada à cor. O pigmento protege a pele da radiação da luz visível que existe ao ar livre e que também é emitida por celulares, televisão e lâmpadas caseiras. A dieta para as mulheres adultas com acne deve ser restrita, evitando alimentos inflamatórios, como leite e seus derivados, e aqueles de alto índice glicêmico como bolos, doces e chocolates ao leite, que são altamente inflamatórios.

O problema deve ser tratado tão logo apareça para evitar cicatrizes permanentes e prejuízo da autoestima.

Leia mais: Como tratar rugas, depressões, sulcos para harmonizar o rosto

Relacionamento abusivo: saiba se você está em um no podcast Senta Lá, CLAUDIA