CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS
Favicon Claudia CLAUDIA Cult Por Cultura Coluna sobre arte e cultura assinada pela redação de CLAUDIA

O que é esse tal de Stranger Things que todo mundo está falando?

O mistério por trás da nova série que virou sensação mundial

Por Isabella D'Ercole Atualizado em 13 dez 2016, 16h40 - Publicado em 3 ago 2016, 20h39

Aposto que há umas duas semanas não param de pipocar nas suas redes postagens sobre Stranger Things. Os amigos só falam sobre isso, as revistas e blogs comentam sobre os atores e a trama… Eu sei bem! Foi o que aconteceu comigo. Cansada de ficar por fora da mais nova moda das séries, resolvi dedicar um domingo todo à destrinchar a história. Agora, venho aqui convencer vocês a fazer o mesmo. Vamos ao básico:

O que é? Uma série de oito episódios com, em média, 50 minutos cada um. Foi lançada pelo Netflix no dia 15 de julho.

Do que fala? A história se passa nos anos 80 e retrata um acontecimento sombrio em uma pequena cidade dos Estados Unidos. De repente, acontecimentos fantásticos transformam a vida dos moradores.

Divulgação Divulgação

A série é viciante. Não dá vontade de parar depois que você começa e, como o Netflix já emenda um episódio no outro, é isso que acaba acontecendo. O foco principal de Stranger Things (Coisas desconhecidas, em uma tradução literal) é um grupo de quatro amigos com 10 anos. Os meninos são fascinados por ciência, monstros e super-heróis dos quadrinhos. Um dia, Will, um deles, some. Como os amigos são muito unidos, resolvem fazer uma missão de busca paralela à da polícia. O legal aqui é que a voz das crianças ganha destaque, não é minimizada pelos adultos. E como eles dominam muito mais os temas sobrenaturais, acabam levando a dianteira na busca pelo amigo desaparecido.

Divulgação Divulgação

Outro personagem importante é o delegado da cidade, que sofre com traumas pessoais, mas precisa superá-los para resolver o caso. A cidade pacata não registrava um desaparecimento desde os anos 20. Sua parceira na investigação é a mãe do menino, Joyce Byers, uma mulher forte e resiliente interpretada pela atriz Winona Ryder (aquela famosa de Edward Mãos de Tesoura). Ela resiste às acusações de que estaria enlouquecendo após insistir que o desaparecimento de Will envolve episódios surreais.

Continua após a publicidade

Divulgação Divulgação

Outra personagem feminina forte é uma garotinha. Eleven (ou Onze, na tradução) é misteriosa. Ela é encontrada pelos meninos no meio da mesma floresta em que Will sumiu. Eleven revela memórias sombrias ao longo da trama e tem capacidades extraordinárias – ela faz objetos se moverem com a força da mente, por exemplo. Quase uma super-heroína, é a peça indispensável para os meninos resolverem o mistério.

Divulgação Divulgação

Eu sei, parece meio nerd, mas eu juro que é muito legal e parece que Stranger Things está prestes a se tornar um clássico do nosso tempo. Para quem viveu os anos 80, será uma viagem na nostalgia, já que os cenários, as roupas e as músicas são um show à parte. O spotify até reuniu as melhores músicas em uma playlist, que você pode ver aqui.

[spotify id=”spotify%3Auser%3Anetflixmusic%3Aplaylist%3A2X6z5kU0wMnKoar8i1RN6B” width=”300px” height=”380px” /]

Ah, e não estranhe se muitas cenas parecerem familiares. Os diretores, os irmãos Matt e Ross Duffer, admitiram que há homenagens a vários filmes famosos da época, como Os Goonies, E.T. – O Extraterrestre, Chamas da Vingança, entre outros.

Divulgação Divulgação

Vamos fazer um combinado? Assim que vocês assistirem, vocês vêm me contar se gostaram? Vamos conversar mais!

PS: A partir de hoje, toda quarta-feira eu vou escrever uma coluna sobre cultura. Filmes, livros, séries, exposições. Espero que vocês curtam. Ah, aceito dicas. Leu um livro bom? Tem um festival de música bacana? Está ansiosa por um filme? Pode me dizer. Um beijo!

Continua após a publicidade

Publicidade