Especial verão: como evitar que as manchas na pele se agravem

O dermatologista Thales Bretas, do Rio de Janeiro, indica os melhores produtos para usar no calor e ensina como prevenir as temidas marquinhas

Por um motivo muito nobre – uma série especial sobre cuidados com a pele e com o cabelo no verão – emprestei minha coluna semanal para o dermatologista Thales Bretas, do Rio de Janeiro. A partir de hoje (e nas próximas três sextas-feiras) você confere, aqui, as melhores dicas e orientações do especialista sobre o assunto. Com vocês, o primeiro tema do nosso especial: manchas.

Por Thales Bretas

As manchas de pele tendem a surgir ou piorar no verão, com a exposição ao sol, que está emitindo altos índices de radiação ultravioleta nessa estação. Além disso, muitos dos ácidos ou cremes clareadores mais “potentes” são suspensos ou trocados nessa época, pois podem sensibilizar a pele e agravar ainda mais as manchas.

Por isso, a minha primeira dica de verão é incorporar a vitamina C em creme ou sérum pela manhã, antes do filtro solar, já que é um importante antioxidante e auxilia na proteção contra os danos da radiação ultravioleta. Outra sugestão é usar filtros solares com cor, que contam com dupla proteção, através dos componentes químicos e da barreira física que protegem a pele contra a luz ultravioleta (emitida pelo sol) e a luz visível (emitida por monitores e lâmpadas). Recomendo ainda o uso de fotoprotetores e antioxidantes orais, como o resveratrol, o polypodium leucotomos e opycnogenol, que vão reforçar a proteção da pele e ao mesmo tempo auxiliar no clareamento das lesões existentes.

Quem tem melasma deve ter um cuidado redobrado, usar roupas e chapéus com proteção UV e não se esquecer de proteger o corpo, porque a proteção exclusiva do rosto faz com que o bronzeamento do corpo ative uma cascata de produção de melanina que vai pigmentar também o rosto, mesmo que protegido.

 

Dr. Thales Bretas é dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD)

Dr. Thales Bretas é dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) (DANIEL CHIACOS/Divulgação)