CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS
Cynthia de Almeida Por Mulher S.A. Coluna da jornalista e estudiosa do comportamento feminino Cynthia de Almeida

Estou namorando um colega de trabalho. Posso me prejudicar?

Uma vez que ninguém está livre de se apaixonar, qual é melhor forma de lidar com a situação?

Por Cynthia de Almeida 30 Maio 2017, 17h51

Estou namorando um colega de trabalho e ainda não sabemos se isso vai prejudicar nossa carreira por aqui…

Se você ainda não sabe, é muito importante saber.  Se seu ambiente de trabalho é muito formal, pode haver uma orientação específica e o seu RH pode dá-la. Se a cultura da companhia é mais arejada, é provável que ninguém interfira na sua vida pessoal. E aí é que você deve ficar mais atenta, pois a decisão de como agir será só de vocês.

Leia também: Carreira: Como se comportar em um almoço com a chefia?

Ninguém está livre de se apaixonar por um colega, mas, da mesma forma, não pode garantir que não vai se desapaixonar. Muito mais delicado do que ter um namorado como colega, é ter um ex por perto. Por isso, mesmo que soe antipático ou paradoxal, o melhor que um jovem casal pode fazer para garantir que a vida amorosa não vai atrapalhar sua história profissional é imaginar o cenário hipotético “depois do fim”.

Leia também: “Tenho tido dificuldade de me relacionar com a minha chefe”

Pouco romântico, eu sei, mas, muito útil. Assim como discutir o assunto com seu par e estabelecer claramente as regras de convivência do casal, dentro e fora da empresa. Saber fazer essas combinações  e entrar num acordo sobre elas pode ser o primeiro teste de compatibilidade e maturidade para levar adiante a relação.

Continua após a publicidade
Publicidade