5 comportamentos tóxicos para a sua vida financeira

Um deles é fazer de conta que não há nada errado com sua relação com o dinheiro

Na semana passada, vi um estudo que me deixou chocada: a maioria das mulheres prefere falar sobre a própria morte do que sobre dinheiro. Falar sobre dinheiro é algo tão pouco natural que muitas de nós fazem de tudo para evitar estas conversas “desagradáveis”. É tabu mesmo –mas quando entendemos a origem dele, fica mais fácil de problematizar a questão.

Dinheiro é poder –e isso é tão verdade que a sociedade fez de tudo durante séculos para manter as mulheres o mais longe possível dele. Por séculos, as mulheres tiveram poucas opções de trabalho: empregada doméstica, professora, secretária. A mulher casada tinha sérias restrições de trabalho. Carreira, então, era algo impensável para uma mulher.

No final dos anos 1960, as mulheres brasileiras passaram a ter o direito de ter seu CPF e sua própria conta bancária –justamente no momento em que começaram a crescer no mercado de trabalho. A responsabilidade de ganhar e cuidar do nosso próprio dinheiro é algo recente em termos históricos. Já os homens, bem… eles vêm fazendo isso há milênios!

Confiança e conhecimento: essas são as duas únicas barreiras para as mulheres cuidarem bem do seu dinheiro. Conheci muitas mulheres que me disseram que não eram boas com dinheiro por não serem boas em matemática –ou que controlar seu dinheiro não é da sua “personalidade”. Nada mais longe da verdade!

Para você ser boa com dinheiro, você precisa olhar para os seus comportamentos. As contas você deixa para a calculadora fazer. Veja aqui com o que você deve se preocupar:

1) Ser impulsiva

Você é daquelas que não consegue ver uma promoção sem fazer uma comprinha? Precisa tomar cuidado para que essa impulsividade toda não acabe com a sua conta.

 2) Dar justificativas mil

“Eu mereço”, “É pra isso que eu trabalho”, “Vale a pena” ou “Depois eu dou um jeito” são grandes armadilhas que nós mesmas criamos. Se você tem usado muito essas justificativas, já sabe: precisa tomar cuidado.

3) Viver em negação

Mal chega a fatura do cartão e você já a esconde no meio daquela pilha enorme de correspondências fechadas… Se você não consegue encarar de frente a sua situação, existe um problema grave aí.

4) Morrer de vergonha

Se você quer ter uma vida com menos stress com dinheiro, precisa encarar ele de frente –e lidar com a vergonha de falar sobre o assunto. Converse com amigas, leia, informe-se e procure pessoas confiáveis para discutir suas grandes questões e dúvidas.

5) Esconder os problemas

Viver como se nada estivesse acontecendo é uma receita para o desastre. Isso é especialmente verdade para casais –se um esconde os problemas do outro, os dois ficam em uma situação vulnerável (fora que isso faz um mal danado para a relação). Você só consegue montar um plano para sair do buraco se você encara os problemas de frente.

Para começar a transformar a sua vida financeira, não deixe de assistir ao canal Finanças Femininas no YouTube.

Leia também: 5 resoluções para uma vida financeira saudável

+ 5 dicas para quitar dívidas

Siga CLAUDIA no Youtube