Os três “ganhas” de uma negociação

São três lados para serem levados em consideração: o seu, o do outro e o da sociedade

Para quem entende do tema, esse título deve estar soando muito estranho. Como assim três ganhas se as discussões entre empresas geralmente têm apenas dois lados? Pois irei explicar: uma boa negociação têm três lados, o seu, o do outro e o da sociedade. Bons negócios são aqueles que pensam também no coletivo e tentam de alguma maneira mudar o ambiente atual.

Dizem que negociar é uma arte e que bons negociadores são hábeis para ler a linguagem corporal e entender pessoas. Em muitos empreendimentos, vender é essencial para que a empresa continue firme e prosperando e nesse ponto entram as temidas negociações.

Nós, mulheres, temos uma visão mais sistêmica e colaborativa, com um foco mais humano na hora de negociar. Temos uma visão ganha/ganha, na qual nossas decisões são pautadas não somente no nosso ganho, mas também no ganho da outra parte, baseada em ações de longo prazo. Porém, negociar não é uma tarefa fácil e é por isso que, nas mentorias que realizo, sempre recebo uma pergunta quando esse assunto surge:

É possível aprender a negociar?

Não fiquem aflitas. É claro que sim! Eu mesma nunca me considerei uma boa negociadora, na maioria das vezes que saía de uma reunião, ficava com o sentimento de que não tinha me saído bem e essa é uma sensação muito comum que sempre assombra os empreendedores. Mas que com o tempo, costume e com cursos ótimos, que me ensinaram muito sobre o tema e como colocar em prática com sucesso, a sensação desapareceu. Basta ter confiança e buscar conhecimento, sempre acreditando no seu potencial.

E assim partimos para a segunda pergunta que sempre respondo: “O que é necessário para fazer uma boa negociação e não ter o sentimento de fracasso”? Se você já se capacitou e ainda assim tem essa sensação, leia os passos que são importantes para que você eleve sua confiança e se saia bem nas negociações:

  • Autoconhecimento

Saiba quais são seus pontos fortes e fracos, reconheça e trabalhe para que eles não atrapalhem seus objetivos. Essa é uma qualidade fundamental para uma boa negociação.

  • Clareza nos objetivos

 O que você espera como resultado? Quais são suas opções? Do que você abriria ou não mão? É importante ter essas questões claras e de preferência anotadas para facilitar o processo.

  • Conheça seu parceiro de negociação

Sim, parceiro e não opositor. Saber com quem está negociando é essencial para entender motivações e desenvolver empatia.

  • Honestidade

Estabeleça uma comunicação honesta, ética e propositiva, com foco no que é melhor para todos colocando as “cartas na mesa”.

Entenda que a negociação é uma parte fundamental de ser empreendedora, porque ela permite o equilíbrio e o sucesso do negócio. Não é necessário ter medo de negociar. Prepare-se e dê o seu melhor, sempre lembrando que a melhor negociação é aquela que é boa para você, para a outra parte e também para sociedade, ou seja, uma negociação: ganha, ganha, ganha.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s