Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

O que procurar no rótulo ao escolher seu hidratante corporal de uso diário

Saiba quais são os veículos e princípios ativos ideais para cada tipo de pele.

Por Raquel Drehmer - Atualizado em 16 jan 2020, 06h41 - Publicado em 19 out 2018, 01h09

Existem duas verdades sobre o uso de hidratantes corporais no dia a dia. A primeira é que todos os tipos de pele precisam de hidratação – mesmo as oleosas – para reforçar sua barreira física contra as agressões externas (como a poluição).

A segunda é que nunca se deve usar um produto que tenha sido desenvolvido para um tipo de pele diferente do seu. Além de não trazer benefícios, ele pode causar danos à saúde e à aparência da cútis.

Para ajudar nas suas escolhas de hidratantes corporais nas farmácias, pedimos que as dermatologistas Sábata Reis (da clínica QuoVita-RJ), Michele Haikal e Julia Borba explicassem quais são as informações a que devemos prestar atenção nos rótulos ou embalagens antes de comprá-los – além da indicação do tipo de pele, é claro.

Pele seca

Características da pele: mais sensível, tende à descamação e à coceira

Continua após a publicidade

Tipo de hidratante corporal ideal: creme ou fluído

Princípios ativos: aveia, semente de uva, manteiga de karité, germe de trigo

Pele oleosa

Características da pele: brilho natural excessivo, aspecto “engrossado”, propensão à acne

Tipo de hidratante corporal ideal: gel ou loção oil-free

Continua após a publicidade

Princípios ativos: ureia e aloe vera

Pele normal

Características da pele: poros fechados, sem brilho excessivo ou descamação

Tipo de hidratante corporal ideal: gel creme com base aquosa

Princípios ativos: vitaminas A, C e E (a ideia é hidratar sem interferir no equilíbrio natural)

Continua após a publicidade

Além disso, tome os seguintes cuidados de hidratação com a pele do corpo:

– Aplique o hidratante corporal sempre após o banho, quando os poros estão dilatados e, portanto, mais receptivos para a penetração dos princípios ativos.

– Dê atenção também ao sabonete usado no banho; assim como o hidratante, ele deve ser adequado para seu tipo de pele.

– Aumente a quantidade de aplicações de hidratante nas partes expostas do corpo (braços, colo, pernas) quando o clima estiver muito seco.

– Hidrate-se de dentro para fora bebendo pelo menos dois litros de água por dia; além de ajudar nas funções dos órgãos internos, a hidratação do organismo ajuda a manter a pele saudável e bonita.

Continua após a publicidade

– Caso você esteja com alguma outra doença ou condição que interfira na sua pele, como diabetes ou uma dermatite, só use hidratante corporal sob a orientação de um/a médico/a dermatologista. A interação de princípios ativos com medicamentos pode ter consequências desastrosas e perigosas para a pele e para a saúde como um todo.

Publicidade