Facebook e a Microsoft anunciam igualdade salarial entre gêneros

Nem todas as gigantes de tecnologia, entretanto, chegaram a isso

A rede social Facebook anunciou nesta semana que alcançou uma meta bastante importante: a igualdade salarial entre gêneros de seus funcionários. Ou seja, as mulheres e homens que trabalham na empresa e que possuem a mesma formação e desempenham funções semelhantes ganham o mesmo valor no final do mês. 

“Analisamos nossas práticas de compensação para assegurar igualdade de remuneração”, disse Lori Matloff Goler, vice-presidente do Facebook, em sua conta: “Estou orgulhosa de compartilhar isso pelo Facebook, aqui, as mulheres e os homens ganham o mesmo.”

A boa notícia veio na véspera do dia 12 de abril, considerado o Dia da Igualdade Salarial, data criada para despertar a sensibilização pela luta contra a disparidade de remuneração entre os gêneros que ocupam os mesmos cargos. Defensoras da causa utilizam a estatística americana de que uma mulher ganha, em média, cerca de 0,78 centavos de dólar para cada um dólar recebido pelos homens.

Outra gigante de tecnologia que está caminhando a passos largos em direção à eliminação da diferença salarial entre homens e mulheres é a Microsoft, que também revelou já ter praticamente acabado com essa disparidade entre seus funcionários – as mulheres embolsam US$ 0,98, enquanto os homens, US$ 1.

“Estes números refletem nosso compromisso com a igualdade de remuneração em um trabalho igual”, declarou o vice-presidente executivo de recursos humanos da Microsoft, Kathleen Hogan. “Nosso anúncio é o reflexo de mais um passo à frente no caminho da ampla diversidade e inclusão neste ambiente e na sociedade como um todo.”

No começo de 2016, a multinacional Intel também divulgou ser uma das que conseguiram erguer a bandeira da igualdade salarial entre os gêneros desde o final do ano passado, depois de ter analisado seus dados internos: “Foi uma feliz e emocionante surpresa”, contou a gerente oficial de diversidade e inclusão da Intel, Danielle Brown, ao portal Mashable.

Ainda batendo na mesma tecla de quase lá, o CEO da Apple, Tim Cook, comunicou aos seus acionistas, que os funcionárias que trabalham nas filiais americanas da marca embolsam 0,96 de dólar para cada 1 dólar de seus companheiros de trabalho. Esta pode não ser uma estatística de igual para igual, mas mesmo assim, ainda merece grande destaque num setor tão díspare como o tecnológico.

De acordo com o relatório de diversidade, lançado recentemente pelo Facebook, 68% de seus colaboradores do Facebook são homens. O que revela uma questão bem mais profunda do que apenas a igualdade salarial, poucas mulheres na companhia significa uma carência estrutural de representatividade e, consequentemente, de vozes femininas. 

Falando nisso…

Nossa diretora de redação, Tatiana Schibuola, conversou com Laura Chiavone sobre a diferença salarial entre homens e mulheres. Assista!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s