Brincar ao ar livre faz bem à visão infantil, indica estudo

O número de crianças com miopia tem aumentado no mundo todo. Especialistas alertam para os riscos à saúde dos olhos com o uso excessivo de eletrônicos

Os benefícios de curtir atividades em espaços abertos para as criancas são conhecidos há tempos. A prática, além de divertida, oferece aos pequenos a oportunidade de interação com o próprio corpo, com a família e com o ambiente ao redor. A novidade é que esse estímulo também influencia diretamente na saúde ocular infantil. Um estudo realizado na China identificou uma possível maneira de conter o desenvolvimento de miopia em crianças. Em pesquisa feita com 12 escolas chinesas, o resultado apontou que pelo menos 40 minutos por dia de brincadeiras ao ar livre trazem benefícios à visão na infância.

Pesquisadores pediram a seis escolas que levassem os alunos para brincar aos ar livre todos os dias, e a outras seis que mantivessem a rotina de estudos dentro da sala de aula. Os pais também foram estimulados a incentivar brincadeiras em espaços abertos durante os finais de semana. Depois de um período de três anos, foram feitos testes com os participantes para identificar se havia sinais de miopia. Entre as crianças das escolas que aderiram a atividades ao ar livre, 30% desenvolveram algum grau miopia (259 de 853 alunos). Já entre aquelas que ficaram nas salas de aula, 40% apresentaram a doença (287 de 726). 

“Isso é importante clinicamente porque crianças que desenvolvem miopia cedo têm mais chances de que o problema avance com o tempo, o que também aumenta o risco de elas desenvolverem a miopia patológica”, disseram os pesquisadores à publicação científica Jama.

Problemas na visão x eletrônicos
De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o número de pessoas com miopia dobrou nos últimos anos no mundo. O problema costuma estar ligado ao uso do computador ou de outros itens tecnológicos – como celular, videogame ou tablet – por muitas horas durante o dia.

Um estudo realizados pelo CBO (Conselho Brasileiro de Oftalmologia) em 2014 com crianças brasileiras entre 9 e 13 anos que utilizavam computador ou videogame por seis horas ininterruptas mostrou que 21% delas desenvolveram algum grau de miopia.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s