Os Tribalistas estão de volta! Ouça as novas músicas do trio

Marisa Monte, Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes lançam novo disco juntos após 15 anos. Leia a letra e veja os clipes das novas canções.

Quando três ícones da Música Popular Brasileira se unem, a resposta só pode ser sucesso. Foi isso que aconteceu em 2005, ano em que Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown lançaram o disco Tribalistas. Canções como Velha Infância e Já Sei Namorar viraram hit e cravaram um espaço fixo nas playlists de quem gosta de música nacional. Nesta quinta-feira (10), 15 anos depois, o trio estrelado lançou novas músicas – que prometem repetir o êxito das anteriores.

Desde a meia-noite de hoje, as faixas Aliança, Diáspora, Fora da Memória e Um Só, interpretadas em conjunto por Marisa, Arnaldo e Carlinhos, estão disponíveis em todas as plataformas digitais – no Facebook e no YouTube, elas vêm acompanhadas por clipes com imagens dos três gravando em estúdio.

Elas são só as primeiras do segundo álbum dos Tribalistas, que será lançado até o final de agosto. “A gente já esperou 15 anos; isso não é nada”, brincou Marisa em vídeo ao vivo pelo Facebook, feito logo antes do lançamento, às 23 horas de quarta-feira (9). “Não é a volta dos Tribalistas, porque os Tribalistas nunca foram. A gente sempre esteve aí”, afirmou Arnaldo.

Veja a transmissão ao vivo feita pelos Tribalistas:

As quatro canções lançadas parecem uma continuidade do primeiro disco – e não é à toa. Além de Marisa, Carlinhos e Arnaldo, os músicos e a equipe técnica  são os mesmos do primeiro álbum, conta Arnaldo na transmissão. “Tem mais semelhanças do que diferenças”, diz Marisa. Cada música levou um dia para ser gravada e o processo foi todo registrado em vídeo. “Vai ter DVD”, adianta Arnaldo.

Escute e acompanhe a letra de Um Só:

Somos comunistas
E capitalistas
Somos anarquistas
Somos o patrão

Somos a justiça
Somos o ladrão
Somos da quadrilha
Viva São João

Somos todos eles
Da ralé, da realeza
Somos um só
Um só

Um, dois, três
Somos muitos
Quando juntos
Somos um só
Um só

Somos democratas
Somos os primatas
Somos vira-latas
Temos pedigree

Somos da sucata
E você aí
Somos os piratas
Guarani-Tupis

Somos todos eles
Da ralé, da realeza
Somos um só
Um só

Um, dois, três
Somos muitos
Quando juntos
Somos um só
Um só

Maré me fere
Maré me fere
Maré me banha
Maré me ganha
Maré me ganha
Maré me banha

Maré me banha
Maré me banha
Maré me fere

Escute e acompanhe a letra de Fora da Memória:

Fora da memória tem
Uma recompensa
Um presente pra você
Você que não pensa

No que foi
No que será
No que foi
No que viria

Fora da memória tem
Uma regalia
Para quando você acordar
Todo dia

Fora da memória tem
Uma fantasia
Para você recordar
Todo dia

De esquecer
De esquecer
De esquecer iê

Escute e acompanhe a letra de Aliança:

Se um dia
Eu te encontrar
Do jeito que sonhei
Quem sabe ser
Seu par perfeito
E te amar
Do jeito que eu imaginei

Ao virar a esquina
Atrás de uma cortina
Me perder
No escuro com você

Fogo na fogueira
Seu beijo
E o desejo em seu olhar
As flores no altar

Véu e grinalda
Lua de mel
Chuva de arroz
E tudo depois

Dama de honra
Pega o buquê
Ninguém mais feliz
Que eu e você

Ninguém mais feliz
Que eu e você
Ninguém mais feliz
Que eu e você
Ninguém mais feliz
Que eu e você

Escute e acompanhe a letra de Diáspora:

Acalmou a tormenta
Pereceram
O que a estes mares ontem se arriscaram
E vivem os que por um amor tremeram
E dos céus os destinos esperaram

Atravessamos o mar Egeu
O barco cheio de fariseus
Com os cubanos
Sírios
Ciganos
Como romanos
Sem Coliseu

Atravessamos pro outro lado
No rio vermelho
Do mar sagrado
Os center shoppings
Superlotados
De retirantes refugiados

You
Where are you?
Where are you?
Where are you?

Onde está
Meu irmão
Sem irmã
O meu filho
Sem pai
Sem mãe
Sem avó
Dando a mão
Pra ninguém
Sem lugar
Pra ficar
Os meninos
Sem paz

Onde estás
Meu senhor
Onde estás?
Onde estás?

Deus! ó Deus! onde estás que não respondes?
Em que mundo, em qu’estrela tu t’escondes
Embuçado nos céus?

Há dois mil anos te mandei meu grito
Que embalde desde então corre o infinito…
Onde estás, Senhor Deus?

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s