“Todo aniversário representa, para cada um de nós, um ponto de virada importante”

Nossa colunista Marcia de Luca sugere que você aproveite o aniversário de CLAUDIA para dar uma guinada na sua vida

Outubro é mês de celebração aqui em CLAUDIA. Afinal, fazer 54 anos é uma façanha! E eu, como boa sacerdotisa que pretendo ser, gosto de comemorar cada rito de passagem. “Mas o que é mesmo um rito?”, perguntou o Pequeno Príncipe, de Saint-Exupéry. E a sábia raposa respondeu: “É quando direcionamos nossa atenção e intenção a um determinado momento para que ele se torne inesquecível”. 

Todo aniversário representa, para cada um de nós, um ponto de virada importante, especial, que merece ser lembrado. E que tal aproveitarmos o de CLAUDIA para repensar a própria vida? Basta usar a imaginação e a criatividade. Neste ritual, você se focará no presente, dando a importância que sua fase atual merece, e também poderá criar uma aura de positividade e confiança que vai guiar sua jornada daqui para a frente. Afinal, um bom rito, além de tornar o momento inesquecível, inaugura uma nova e benéfica etapa. Vamos lá? 

Primeiro, escolha um ambiente aconchegante de sua casa e o aromatize com óleo essencial puro de lavanda, que traz aquietamento e paz. Você pode ficar em silêncio ou, se preferir, eleger uma música suave, que toque o seu coração, para tornar os instantes que se seguirão ainda mais significativos. 

Sente-se confortavelmente em uma poltrona ou sofá. Feche os olhos e faça vários ciclos de respirações profundas para relaxar o corpo e sossegar seu interior: inspire, conte mentalmente até três e expire, dessa vez contando de três a um. Repita quantas vezes quiser e perceba os efeitos imediatos de relaxamento dessa técnica milenar de respiração. 

Com os olhos de sua mente, mergulhe fundo no seu coração e imagine um campo de pura luz no meio do peito. Não há certo ou errado, crie como achar melhor. Esse é o campo da pura potencialidade, onde você é superpoderosa. Sinta sua consciência nesse local. Esqueça o mundo lá fora e permaneça como que flutuando nesse espaço. Em seguida, sem julgar nem criticar, analise sua vida. Preste atenção no modo como se relaciona com a existência. Será que você vive no mesmo padrão de comportamento de rebanho da maioria dos seres humanos? Sente-se injustiçada, triste, frustrada? Alimenta o papel de vítima com pensamentos do tipo “Ai, coitada de mim, fulano me fez isso, sicrano me fez aquilo”?

É chegada a hora da mudança derradeira! Reveja suas atitudes e lembre-se de que o sofrimento não está nos fatos, mas na sua percepção individual deles. Traga leveza, romance e encantamento para dentro de si mesma. Nutra uma atitude de gratidão por tudo e todos. Agradeça e seja gentil, porque gentileza atrai gentileza, não é mesmo? Controle seus pensamentos para que eles tenham um teor de positividade. Você não é vítima, mas, sim, dona do que pensa! Dentro de seu coração, habitam várias deusas que esperam por uma única chance. Sabe qual? A de desabrochar. Permita que todas elas se desabrochem em seu esplendor máximo, que você assuma seu poder de rainha e governe o mundo com autenticidade, verdade e retidão. 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s