Pela 1ª vez, pesquisas ligadas a cachos superam fios lisos na web

Relatório da Google confirma tendência de as mulheres assumirem cachos como eles são naturalmente. A busca por cuidados com cabelo, em geral, cresceu em 22%

As cacheadas nunca estiveram tão poderosas quanto estão agora. E para tratar e cuidar bem de seus fios cheio de curvas, as mulheres recorrem cada vez mais a internet para encontrar soluções que ajudem a deixar o cabelo cada vez mais bonito, brilhante e saudável.

Uma pesquisa da Google divulgada na última quarta-feira (15), revela que, em 2016, o número de pesquisas na internet relacionadas a assuntos ligados a cabelos cacheados superou a relacionadas a fios lisos pela primeira vez. 

A Google analisa dados de sua ferramenta de busca desde 2012 e 2016 é o primeiro ano que a pesquisa por cabelos cacheados bate a busca por cabelos lisos – em um período que a busca por cuidados com cabelos teve o crescimento de 22%.

Para se ter uma ideia, o último trimestre de 2016 concentrou 30% das buscas por cabelos cacheados e os principais conteúdos procurados pelas mulheres eram tutorias no Youtube que lhes ensinavam a evitar ressecamento dos fios (42% das pesquisas na rede) ou vídeos apresentavam novos cortes para inovar no look.

Leia mais: Assumir os cachos transformou a vida dessas mulheres

De acordo com Mariana Oliveira, Analista de Inteligência da Google, a mudança de comportamento das mulheres reflete uma o que está na boca da pessoas, atualmente. Além disso, a publicitária ressalta a maneira como as mulheres gostam de apresentar os fios ao mundo.

“Existe uma tendência para as pessoas assumirem seus cachos como eles são. Um cacho livre” explica a gaúcha. Segundo Mariana, as mulheres aderiram ao conceito “conhecer o cabelo como ele é” e aceitam os fios do jeito que são – livres e não comportados como se fossem modelados com baby-liss.

Leia mais: Cachos ao natural: Sheron Menezzes conta como cuida de seus fios

Cachos poderosos para empoderadas

Muitas marcas já perceberam essa movimentação comportamental das mulheres e estabeleceram comunicação direta com as cacheadas. “A gente também percebeu o quanto as marcas estão discutindo o assunto”, diz Mariana.

É o caso de Dove que lançou campanhas de incentivo à aceitação dos cachos por partes das mulheres adultas e também crianças.

Uma delas, a Ame seus Cachos, divulgada em janeiro deste ano, mostra crianças e pré-adolescente com dificuldades para aceitar os fios e as estimula a gostar dos fios – nesta semana, a marca também lançou o site Liberte Seus Cachos, que permite às mulheres a criarem gifs divertidos com seus cachos.

Apesar das dificuldades, o Brasil é um das nações onde as cacheadas tem orgulho de seu cabelo, de acordo com uma pesquisa de Dove realizada com mais de 859 pessoas nos Estados Unidos, Brasil, Reino Unido.

Entre 13 e 14 anos, 82% das cacheadas no Brasil afirmam amar seus cabelos – enquanto no RU este índice cai para 51% e nos EUA, para 48%. Entre as mulheres adultas, o índice de satisfação, segundo a pesquisa, é de 55%.

Leia mais: Low poo, no poo: um jeito diferente de limpar e cuidar dos cachos

Em um ano que teve um crescimento de 650% na procura por cortes de cabelos cachados na internet, o gerente de marketing de Seda e Dove, Diego Guareschi, acredita que o aumento significa a descoberta da beleza natural pelas próprias mulheres.

“Nos últimos anos, mais mulheres estão deixando estes procedimentos de lado para assumir os cabelos naturais. Elas estão descobrindo a beleza de seus cachos e crespos e encorajando outras mulheres a fazerem o mesmo. É uma verdadeira corrente de incentivo aos cabelos naturais”, explica Diego.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s