Mulheres na mídia: privilégio é poder ter a opção de escolha

A editora do M de Mulher Lígia Nunes abriu o painel sobre mulheres na web com Alexandra Loras, Fiamma Zarife, Fernanda Ceravolo e Stephanie Ribeiro

Às vésperas do Dia Internacional da Mulher, nesta terça-feira (07), CLAUDIA apresenta o Mulheres na Mídia. Serão cinco painéis para debater a representatividade e presença feminina em diversas áreas da comunicação com patrocínio da Seara.

A redatora-chefe do portal M de Mulher Lígia Nunes abriu o segundo painel do dia, sobre a representatividade da mulher no mundo digital com Alexandra Loras, ativista e colunista de CLAUDIA, Fiamma Zarife, diretora geral do Twitter no Brasil, Fernanda Ceravolo, Head do YouTube, e Stephanie Ribeiro, arquiteta e ativista digital.

Atualmente, o mundo digital abriga as melhores plataformas para que minorias tenham espaço e vozes — uma vez que não há mediação entre quem fala e quem recebe, todos tem a chance de se destacar. Um grande exemplo é a ativista digital Stephanie Ribeiro, que começou sua aventura no mundo digital depois de questionar a falta de representatividade negra na universidade de arquitetura e em todo o setor.

Stephanie Ribeiro, arquiteta e ativista digital (Mariana Pekin/)

A ativista decidiu, então, a escrever textos em suas redes sociais sobre a questão e seu desejo de ver mais projetos arquitetônicos serem feitos por mulheres negras.  No entanto, tentaram calar a sua voz e ela passou a sofrer ataques racistas e misóginos na internet. “Mas não era a hora de eu ficar acuada. Era a hora de eu falar” defende.

Na rotina entre desenhar e escrever textos sobre o mundo racista do mercado de trabalho da arquitetura, surgiu o convite da ex-presidente Dilma Rousseff — à época, em exercício — para conhecê-la. Foi então que a jovem sentiu a dimensão de seu trabalho. “A força das mídias alternativas é realmente muito grande” disse.

Liderança feminina

O questionamento de Stephanie vai além. Ela também reflete sobre a falta de espaço de mulheres negras no mercado de trabalho como um todo. Esse foi um dos pontos discutidos pela colunista de CLAUDIA Alexandra Loras, que também destacou a necessidade de mudança na situação da mulher como um todo.

“Acredito que o mundo vai mudar quando tivermos 50% representatividade de mulheres em posição de liderança no mundo”, defende a ativista francesa. Atualmente, essa taxa é de 11%, de acordo com pesquisa International Business Report (IBR) – Women in Business, realizada pela Grant Thornton em 2016.

Alexandra Loras, ativista e colunista de CLAUDIA, e Fernanda Ceravolo, Head do YouTube (Mariana Pekin/)

Sobre esta questão, Fiamma Zarife lembra que o Twitter é um bom exemplo de empresa que se esforça em trazer um ambiente de trabalho cada vez mais diverso por ser uma rede social que abriga diferentes tipos de usuários. “É imperativo que a diversidade esteja na nossa força de trabalho. Por isso, 30% de nossa liderança mundial é composta por mulheres — no Brasil, o número vai além”, destaca a executiva.

Revolução digital feminina

O empenho em dar cada vez mais vozes às mulheres ajuda a romper a questão dos privilégios na opinião das convidadas. Um dos exemplos citados foi o fato de empoderamento das cacheadas com o surgimento de blogs de canais no Youtube que ajudam a divulgar tratamentos para ativar os cachos que não existiam antes.

“Imagina toda revolução que essas meninas fizeram só de trazer ao mercado produtos que ajudam a tratar cabelos cacheados. Quando falamos de representante é porque existe uma desigualdade tremenda que as pessoas não se dão conta. Privilégio é poder ter a opção de escolha”, finaliza Stephanie.

ACOMPANHE O EVENTO EM TEMPO REAL ATRAVÉS DE NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s