Mulher se voluntaria a pegar bebê que chorava em voo e viraliza

Ela decidiu tomar uma atitude depois que viu pessoas reclamando, bufando e fazendo cara feia em vez de tentar colaborar

A americana Kesha Bernard, que tem dois filhos, prestou ajuda a outra mãe, que estava em apuros cuidando sozinha de três crianças durante um voo. Parece um gesto simples, mas fez toda a diferença.

Em seu Facebook, Kesha relatou o acontecido em sua naturalidade e exceção: “Estou de férias das minhas crianças (que eu amo absolutamente, mas às vezes preciso de uma folga) e com um bebê no colo. Por quê? Porque sou um ser humano decente. Ouça… dá trabalho criar uma criança, ok? E como uma mãe de um de 3 e outro de 4 anos, eu SEI disso. E também sei que bebês podem ser terríveis… então deixe-me dizer o que aconteceu”, iniciou.

Ela conta que o avião, que partia de Seattle, ficou um tempo parado no solo para resolver problemas de peso. Um dos bebês começou a chorar e outro se debatia contra o cinto de segurança. Nenhum passageiro ou tripulante se mostrava disposto a colaborar. O estopim foi quando ouviu uma passageira reclamar à mãe, que tentava acalmar dois de seus filhos e lidar com eles, que a criança tinha de parar de chutar as costas do assento dela.

Leia mais: Sororidade: 10 mulheres que não enfrentaram desafios sozinhas

“As pessoas estavam resmungando e bufando. Uma mulher adulta tapava os ouvidos com as mãos e fazia caras horríveis (senhora, você está brincando com a minha cara?)”, relatou Kesha. “Esperei 15 minutos para ver se alguém que estava mais próximo a ela estenderia a mão, porque estou rodeada de adultos carinhosos, certo? Errado“, percebeu.

Kesha se levantou e perguntou à mãe se ela precisava de ajuda. Ela prontamente aceitou e, pouco depois de acomodar o bebê no colo, ele adormeceu. “Então, aqui estou segurando esse precioso bebê, que parou de chorar e caiu no sono. Meu ponto? Seja gentil e tenha consideração. Não machuca“, defendeu a fotógrafa.

Kesha com o pequeno bebê, que chorava no colo (Reprodução//Mulher se voluntaria a pegar bebê que chorava em voo e viraliza/Facebook)

O post de Kesha viralizou, suscitando discussões sobre indiferença e egoísmo e o poder de oferecer a mão. “Num avião inteiro, eu fui a única disposta a ajudar. Reclamar e resmungar não serve para nada, além de fazer a pessoa se sentir pior – e palavras machucam”, concluiu.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s