Fotógrafo iraniano retrata meninas menores de idade condenadas à morte

Ensaio mostra condições de vida das meninas que podem ser enforcadas ao completar 18 anos

Sadegh Souri, de 30 anos, premiado fotógrafo iraniano, visitou um Centro de Correção de Delinquentes Juvenis para registrar a vida das meninas encarceradas.  O ensaio “À espera da pena de morte” mostra as condições miseráveis em que vivem as garotas no corredor da morte.

A maioria das meninas ainda aguarda o veredito. Muitas estão presas desde os 10 anos e nunca receberam visitas da família. Algumas revelam que foram forçadas a confessar os crimes após sessões de violência e tortura.

No Irã, a partir dos nove anos as crianças já podem ser presas e condenadas à pena de morte. Apesar de as convenções internacionais terem banido esse tipo de punição para jovens abaixo de 18 anos, no Irã, execuções ainda ocorrem para menores que cometeram crimes, como assassinato, tráfico de drogas e roubo à mão armada.

Sadegh Souri

Sadegh Souri

Segundo as regras, as detentas que são mães podem ficar com seus filhos no centro de detenção até eles completarem dois anos. 

Sadegh Souri

Sadegh Souri

O clérigo vai à ala das meninas menores de idade todos os dias. Após as orações, o responsável fala sobre a educação adequada para meninas e reza a Deus para que sejam perdoadas.

Sadegh Souri

Sadegh Souri

Segundo relatório divulgado pela Anistia Internacional no final de janeiro, apesar da recente aprovação de novas leis no Irã, muitos jovens ainda estão presos à espera da morte. Segundo a entidade, as autoridades iranianas tentam encobrir suas contínuas violações dos diretos das crianças.

De acordo com os números mais recentes da Anistia, o Irã é um dos países que mais usam a sentença de morte no mundo, perdendo apenas para a China. A maioria das execuções está relacionado ao tráfico de drogas. O país integra uma grande rota de tráfico ligando os campos de produção de ópio do Afeganistão à Europa.

O documento ainda registra 73 execuções de menores, entre 2005 e 2015. Segundo a ONU, pelo menos 160 jovens esperam sua execução, que costuma ocorrer quando completam 18 anos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s