Por dia, 10.800 mulheres são vítimas de agressão no Brasil

País registrou aumento de 11% no número de mulheres que se declararam vítimas de violência

A cada dia, 10.800 mulheres sofrem agressões físicas no Brasil. O dado é baseado na estimativa feita pela ferramenta Relógios da Violência, desenvolvida pelo Instituto Maria da Penha (IMP), de que a cada oito segundos uma brasileira é vítima de agressão física.

Lançada na última segunda-feira (7) em celebração aos 11 anos da promulgação da Lei Maria da Penha (11.340/2006), a ferramenta tem como referência a pesquisa Datafolha divulgada em 8 de março de 2017, realizada com 2.073 mulheres ouvidas em 130 municípios brasileiros.

Leia mais: Lei Maria da Penha completa 11 anos com vitórias e dificuldades

Dados apresentados em junho deste ano pelo Instituto DataSenado mostraram que o número de mulheres que declararam ter sido vítimas de algum tipo de violência cresceu de 18% para 29% entre 2015 e 2017 – índice que se mantinha estável desde 2005 entre 15% e 19%.

De acordo com a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM), é necessário analisar o que motivou o crescimento do indicador. “Precisamos de mais indicações para chegar a uma conclusão: se é a violência que aumenta ou a coragem das mulheres para revelar fatos de violência”, disse à Rádio Senado.

Os números apresentados pelo IMP também dialogam com a estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre o cenário da violência contra a mulher no mundo. De acordo com o órgão, uma em cada três mulheres sofrem violência conjugal.

Para a senadora Simone Tebet (PMDB/MT), a violência doméstica segue uma trajetória. “Começa com um xingamento, com um empurrão; depois vai para a violência física, o cárcere privado, podendo chegar ao estupro e até ao feminicídio.”

Confira o número de mulheres vítimas de cada um dos diversos tipos de violência a cada 24 horas no Brasil:

  • de Violência Física ou Verbal: 43.200
  • de Ofensa Verbal: 28.800
  • de Ameaça de Violência: 12.342
  • de Perseguição: 12.342
  • de Assédio: 43.200
  • de Assédio na Rua: 43.200
  • de Assédio no Trabalho: 17.280
  • de Assédio Físico em Transporte Público: 12.342
  • de Arma de Fogo: 720
  • de Espancamento ou Tentativa de Estrangulamento: 3.756
  • de Ameaça com Faca ou Arma de Fogo: 5.082

Leia mais: Três homens contra Mayara Amaral. Ela está morta. Carbonizada

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s