A doceira Carol Melo tira todas as dúvidas sobre doces de festa

Confira dicas para montar sua mesa de doces em casamentos, aniversários e outras comemorações

A doceira Carol Melo, responsável por comidinhas que adoçam festas e casamentos em São Paulo, conversou com a editora do caderno Casa&Cozinha de CLAUDIA, Beatriz Koch, e tirou dúvidas das leitoras em live no nosso Facebook, no final de maio.

Carol diz que, para começar a planejar a festa, independente do tipo de comemoração, o ideal que exista pelo menos uma opção de três categorias de doce: chocolate, frutas e castanhas. Assim, há uma variedade e o paladar não cansa.

“Dentre as frutas, o maracujá é um super clássico“, indica Melo. Vale combinar a fruta com chocolate branco ou preto. “Uma super tendência é usar cores e elementos metalizados nos doces, como cobre e dourado”, diz. “Por outro lado, os convidados gostam de docinhos com estética mais simples e rústica, sem tantos detalhes. São garantia de que serão gostosos”.

“Faça os doces com a ‘cara’ do que eles são, isto é, com as cores das frutas, por exemplo”. Isso ajuda os convidados a identificar os sabores. Para tanto, ela também indica usar plaquinhas charmosas que combinem com a decoração identificando cada um dos sabores.

Como calcular a quantidade de doces da festa?

Para calcular a quantidade de doces por convidado, vale fazer uma média de 5 a 6 doces por convidado. “Em um casamento, essa é uma boa média. Em festas mais íntimas, leve em consideração as sobremesas que serão servidas“, diz. Isso porque em um casamento é comum alguns convidados não comerem o bolo e irem direto para a mesa dos doces, o que não costuma acontecer em uma festa de aniversário. Para casamentos, é indicado ter oito opções de sabores para criar uma variedade equilibrada. “A diversidade na mesa, de cores e sabores, deixa a mesa mais bonita”, indica.

Em festa infantil, a doceira recomenda pensar em opções clássicas, como o brigadeiro, que pode aparecer em novas variações. Para fazer o brigadeiro perfeito em casa, o truque essencial é usar manteiga, e não margarina. “Gosto de finalizar com um pouco de creme de leite, dá uma cremosidade e mantém o brigadeiro mais tempo sem ressacar”. Além disso, ela recomenda usar apenas fogo baixo para preparar o brigadeiro.

Como montar uma mesa de doces?

O truque atual é misturar utensílios de diferentes materiais, como porcelana e cristal. “Isso é legal porque não precisa alugar louças para criar padrão. Fica mais fácil de criar em casa”, indica Melo. Ela também descarta a necessidade de destinar uma mesa grande inteira para os doces: “Aproveite o espaço que tem”.

De acordo com Carol Melo, a principal aposta para festas de debutante é o chocolate. “Insira elementos decorativos que remetem ao tema da festa, caso a decoração seja temática”. Já no polo oposto, comemorações de pessoas mais velhas pede frutas e castanhas. Atenção: as cores dos doces não precisam combinar com a decoração, o que está à cargo das forminhas. A dica vale para festas de debutante, mas também para casamentos, aniversários e demais tipos de festa.

No aniversário de 54 anos de CLAUDIA, em 2015, Carol Melo ensinou as receitas de doces de festa: crespinho de pistache com damasco e cereja trufada.

Assista ao vídeo completo da entrevista abaixo:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s